wrapper

Mérito Empresarial2016

Política

Empossado os 15 Vereadores e o Prefeito Branquinho de Unaí

Os 15 vereadores eleitos de Unaí – MG começaram a tomar posse por volta das 17h deste domingo (1º), na Câmara Municipal de Unaí.

Participou da solenidade o prefeito eleito José Gomes Branquinho e o vice-prefeito Waldir Novais, além de autoridades, o ex-prefeito Antério Mânica, familiares, amigos e companheiros.

Dos 15 vereadores, 08 chegam ao Legislativo, uma renovação equivalente a quase 50%.

Os vereadores empossados foram:

Alino Coelho – PSDB 
Andréia Machado – PSD 
Valdir Porto – PTB 
Professor Diego – PR 
Carlinhos do Demóstenes – PTB 
Dr. Ilton – PHS
Paulo Arara – PSB 
Paulo César Rodrigues (Paulo do SAAE)– PSL 
Eugênio Ferreira – PMDB 
Olímpio Antunes – PSC 
Petrônio Nego Rocha – PMDB 
Tião do Rodo – PRP 
Shilma Nunes – PDT 
Silas Professor – PRB 
Valdimix – PMN

A cerimônia foi presidida pelo vereador Petrônio Nego Rocha, que em seguida realizou a eleição da mesa para a nova gestão da Câmara, sendo eleito por 12 votos como presidente o vereador Alino Coelho (PSDB), vice-presidente a vereadora Andrea Machado (PSD), primeiro secretário Valdir Porto(PTB), e segundo secretário Professor Diego (PR).

Em janeiro de 2017 a Câmara Municipal de Unaí não fará recesso dando início imediato atividades legislativas no dia 02 de janeiro de 2017.

post26324_img1
Posse do Legislativo e Executivo de Unaí – MG

 

Texto: vinicius Campos (Unainet)

Leia mais ...

Branquinho completa mais um ano com festa surpresa de seu grupo politico e amigos

Liderado pelo ex-prefeito Antério Mânica, o grupo político de José Gomes Branquinho organizou uma festa surpresa para comemorar mais um ano de vida de uma das maiores lideranças políticas da região. Branquinho, que chegou no salão de eventos da Sociedade São Vicente de Paulo ao lado de sua Esposa Neuzani, ficou emocionado ao ver centenas de pessoas à sua espera, entre elas familiares e velhos amigos, Branquinho fez questão de cumprimentar seus companheiros e agradeceu pela grandiosa festa.

Participaram do evento, além de seus familiares e amigos, militantes políticos que simpatizam com Branquinho. Foram à festa surpresa os vereadores Petrônio Nego Rocha, Zé Goiás, José Lucas e Thiago Martins, todos fizeram uso da palavra e parabenizaram o aniversariante pela brilhante pessoa que é. Quem falou a branquinho em nome da família foi seu filho Adriano Branquinho. Entre outras palavras, Adriano disse que seu maior desejo é que seus filhos cheguem na sua idade admirando-o como ele admira o seu pai, ressaltou que todos os irmãos tiveram um exemplo impar de seus pais e que se Branquinho tem um fã, este é ele.

O ex-prefeito Antério Mânica foi categórico em dizer que os 8 anos ao lado de Branquinho conduzindo os trabalho na prefeitura municipal o fez conhecer um grande homem, capaz de cativar as pessoas pela sua simplicidade e competência. “Bons dias te aguardam Branquinho! Você ainda contribuirá muito por Unaí, um feliz aniversário e siga seu caminho,” disse Antério.

Emocionado, o aniversariante foi sucinto em suas falas e agradeceu incondicionalmente todos os seus companheiros que compareceram no seu aniversário. “Vocês não imaginam a felicidade que estou sentindo diante dessa surpresa que vocês carinhosamente fizeram para mim, ao longo da minha jornada na política de Unaí fiz grandes amigos, e, todas essas pessoas reunida para comemorar meu aniversário prova que realmente o sentimento é de amizade”, revelou Branquinho. 

Reportagem: José Ney Lopes (Portal Unaí)

 

Leia mais ...

Parlamento Jovem reúne presidentes de Câmaras Municipais na Assembleia de Minas

O presidente da Câmara Municipal de Unaí, vereador José Lucas participou nesta quarta-feira (8/4/15), do lançamento do Parlamento Jovem de Minas 2015 em Belo Horizonte.

Presidentes de 21 câmaras municipais também participaram deste grandioso projeto de educação para a cidadania que é realizado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em parceria com a PUC Minas e as câmaras municipais. Em sua 12ª versão, o Parlamento Jovem enfoca o tema “Segurança pública e direitos humanos” e conta com a participação de alunos de 40 cidades.

Ao saudar os vereadores, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerasis, deputado Adalclever Lopes (PMDB), destacou que “o Parlamento Jovem é a 'menina dos olhos' da Assembleia”, por mobilizar a juventude em torno da participação política. Na sua avaliação, as grandes mudanças de que o País precisa só ocorrerão quando a educação for prioridade. “Só se muda uma geração por meio da educação”, concluiu.

post21588_img1
Vereador José Lucas representando os vereadores de Minas Gerais

O vereador José Lucas foi convidado para discursar e representar os vereadores presidentes de Câmaras Municipais de todo o estado e ressaltou que a educação é a melhor forma de buscar o engajamento das pessoas para a política, e o Parlamento Jovem é o caminho. Com certeza o parlamento unaiense sempre será parceiro de projetos dessa magnitude.

O projeto consiste em três grandes etapas: uma municipal, uma regional e a estadual, na ALMG. Na primeira, estudantes se reúnem nas suas cidades e discutem propostas em relação ao tema do ano. Na segunda fase, municípios agrupados em polos fazem uma plenária regional e fecham as sugestões daquela área. E por fim, a plenária final é realizada na Assembleia, com a conclusão das propostas e a entrega do documento final à Comissão de Participação Popular.

Ao todo, 40 municípios participam do Parlamento Jovem em 2015, agrupados em oito polos regionais: Central (Belo Horizonte, Betim, Carandaí, Ouro Preto e Ressaquinha); Centro-Oeste (Divinópolis, Nova Serrana e Pains); Médio Piracicaba (Itabira, João Monlevade e São Gonçalo do Rio Abaixo); Norte e Jequitinhonha (Capelinha, Itamarandiba, Montes Claros e Janaúba); Sul de Minas I (Carvalhópolis, Extrema, Itajubá, Machado, Monte Sião, Ouro Fino, Pouso Alegre, Santa Rita de Caldas, São Lourenço e Três Pontas); Sul de Minas II (Andradas, Guaxupé, Poços de Caldas e São Sebastião do Paraíso); Triângulo e Noroeste (Conceição das Alagoas, Iturama, Uberaba, Uberlândia e Unaí); e Zona da Mata (Juiz de Fora, Leopoldina, Matias Barbosa, Santos Dumont, Viçosa e Visconde do Rio Branco).

Fonte: Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Unaí
Leia mais ...

Para prefeito, transferência de recursos de subvenção social deve aguardar entendimento da lei

Em resposta a críticas que a administração municipal vem sofrendo, principalmente nas redes sociais, sobre a suspensão das transferências de repasses de subvenção às entidades sem fins lucrativos que prestam serviço de assistência social em Unaí, o prefeito Delvito Alves esclareceu que "a suspensão é temporária, até que o município esteja totalmente a par do conteúdo da Lei Federal 13.019/2014", que estabelece novas regras e que disciplina essa prática no Brasil, a partir de 2015.

"É uma lei rigorosa, que merece muito cuidado, muita análise. Já procuramos orientação jurídica, consultamos tribunais, e ainda não temos uma posição clara", justificou o prefeito, afirmando que o governo municipal também aguarda recomendações do Ministério Público quanto ao repasse para cada uma das entidades beneficiárias.

Delvito sinalizou que há um "contrassenso" nas críticas à suspensão dos repasses e à valorização das entidades sociais, pois segundo ele, nenhuma outra administração municipal unaiense teve "tanta boa vontade em repassar tantos recursos para as entidades como foi feito atualmente".

Para ilustrar, ele salientou (tomando como referência a administração municipal passada) que os repasses de recursos de subvenção social para a Apae aumentaram mais de cinco vezes; para a Associação Mão Amiga, mais que dobraram; e para o Abrigo Frei Anselmo, aumentaram mais de seis vezes.

Delvito atribui o substancial aumento nos repasses ao reconhecimento do Governo Municipal em relação ao serviço prestado pelas entidades. "Eu sempre disse e ainda pergunto: se o município de Unaí tem condições de realizar o serviço prestado pela Apae, pelo Abrigo Frei Anselmo ou pela Mão Amiga? Claro que não".

O prefeito recomendou "calma e tranqüilidade" às entidades, até que a lei fique totalmente esclarecida. "Quem tiver dúvidas, pode também procurar o Ministério Público. Eu, como prefeito, jamais vou autorizar o repasse de recursos públicos, e depois ter problemas com o Poder Judiciário".

Segundo Delvito, o rigor da lei atual atinge, inclusive, o presidente da entidade que está sendo beneficiada com recursos públicos. "Em casos de ocorrência de irregularidades ou desobediência à lei, o prefeito e o presidente da entidade respondem solidariamente pelo ilícito. Em caso de ter de devolver dinheiro para os cofres públicos, tanto os bens de um quanto de outro serão bloqueados e levados a leilão. E não queremos isso, é claro. A lei é muito rígida, temos de ter o assunto bem claro".

Com relação às outras entidades que não receberam recursos de repasses de subvenção social e reclamam disso, o prefeito explicou: "é porque não prestaram contas para o município. Só recebe o repasse do mês a entidade que prestar contas do mês anterior".

De acordo com Delvito, o dinheiro público precisa ser respeitado e valorizado. "É preciso que o município tenha responsabilidade com esses repasses de recursos públicos. E, por outro lado, as entidades também precisam prestar contas de tudo o que foi feito dentro de um plano de trabalho".

A disposição do Governo Municipal é continuar o repasse dos recursos de subvenção social às entidades sem fins lucrativos que prestam serviço de assistência social em Unaí, tão logo os termos ainda obscuros da lei sejam esclarecidos.

Leia mais ...